segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Top 100 Maravilhas do Mundo

Este blog de viagens em retrospectiva está a ficar longo. Ainda faltam países no Norte de África, Médio Oriente e Ásia. É para aqui que estou sempre de 'mala aviada'. Muito há a dizer sobre os locais que tanto nos tocam e transformam. Vou fazer uma pausa.
Talvez um dia o continue...

Mas, como referi no início, deixo aqui o resumo, por ordem cronológica de visita, das Maravilhas do Mundo que já conheci, segundo a lista das Top 100 de Hillman. É um exercício giro de se fazer para quem gosta de viajar. Foram 46 delas...
Gracias a la vida!

Torre Eiffel, Paris, França, 1978

Museu do Louvre, França, 1978 e 1989

Versalhes, França, 1989

Marrakesh, Marrocos, 1991


Deserto do Sarah:

-Marrocos, 1991;
-Tunísia, 2003


 









Vista panorâmica do Rio, Brasil, 1996

Floresta Amazónica, Brasil, 1996

Cataratas de Iguaçu, Brasil e Argentina, 1996

Cidade Velha de Praga, Rep. Checa, 1997

Torre inclinada de Pisa, Itália, 2000

Florença cityscape, Itália, 2000

Galerias Uffizi, Florença, Itália, 2000

Coliseu de Roma, Itália, 2000

Basílica de São Pedro, Vaticano, 2000

Capela Sistina, Vaticano, 2000

Basílica S. Marcos, Veneza, Itália, 2000

Canais de Veneza, Itália, 2000

Cappadocia, Turquia, 2001

Hagia Sophia, Istambul, Turquia, 2001

Palácio Topkapi, Istambul, Turquia, 2001

Monte St Michel, França, 2003

Alhambra, Granada, Espanha, 2003

Mesquita de Córdova, 2003 e 2005

Fiordes da Noruega, 2005

Varanasi, rio Ganges, India, 2005

Taj Mahal, Agra, India, 2005

Vale de Kathmandu, Nepal, 2005 e 2006

Monte Evereste, Himalaias, 2006

Palácio Potala, Lhasa, Tibete, 2006

Burj al Arab, Dubai, EAUnidos, 2006

Templo Dourado, Amritsar, India, 2007

Vale de Cashmira, India, 2007

Ladakh, India, 2007

Pirâmides do Egipto, 2007

Museu Egípcio, Cairo, 2007

Templo de Karnak, Luxor, Egipto, 2007

Vale dos Reis, Luxor, Egipto, 2007

Cruzeiro no Nilo, Egipto, 2007

Abu Simbel, Egipto, 2007

Acrópole, Atenas, Grécia, 2008

Delfos, Grécia, 2008

Santorini, Grécia, 2008

Dubrovnik, Croácia, 2008

Hermitage, S.Petersburgo, Rússia, 2009

Kremlin, Moscovo, Rússia, 2009

Catedral São Basílio, Moscovo, Rússia, 2009

sábado, 21 de novembro de 2009

Argentina e Paraguai

ARGENTINA
Foz do Iguaçu fica na fronteira com a Argentina e com o Paraguai. Portanto, era uma pena não dar um pulinho a estes países. Do marco da Tríplice Fronteira vislumbram-se os 3 países (Brasil, Argentina e Paraguai) e vê-se o encontro do Rio Iguaçu e do Rio Paraná.
Fizemos uma incursão pela selva argentina numa daquelas camionetas que volta e meia vão a baixo e depois é necessário ir dar à manivela. Um espectáculo! E nós lá atrás, em pé, na caixa aberta. Apreciámos alguma da variada fauna e flora do Parque Nacional do Iguaçu.
O coati, símbolo de Foz do Iguaçu, é uma espécie protegida que vem passear até bem perto de nós. Orquídeas delicadas e bromélias encontram-se no solo da mata.
Dirigimo-nos a Puerto Iguazú, na Argentina, para repetir a espectacular aventura nas cataratas que já tínhamos feito do lado do Brasil. No cais do Macuco metemo-nos num bote insuflável e lá fomos em direcção ao canion das cataratas.

Já as tínhamos explorado lá de cima, saltitando de pedra em pedra, mas cá de baixo o barulho das quedas é ainda mais estrondoso e a experiência emocionante! A Garganta do Diabo parece engolir-nos. Nós pedíamos para nos aproximarmos mais ainda, mas já alguém no barco quase desmaiava…

Saímos, completamente encharcadas, na Isla San Martin, povoada de urubus. No regresso, tempo para experimentar a erva-mate no barquinho que faz a travessia do rio Iguaçu.
(um brinde às nossas aventuras, Simone!)

Isla San Martin


PARAGUAI
Atravessámos a Ponte Internacional da Amizade de autocarro e fomos à Ciudad del Este, no Paraguai.
Almoçámos lá com a Petra, uma holandesa que conhecêramos no Brasil e que também foi connosco.

Ciudad del Este
Situada no extremo leste do país, a cidade foi fundada em 1957 com nome de Puerto Flor de Lís. Renomeada de Puerto Stroessner no período da ditadura paraguaia. Ganhou o nome actual após a queda deste regime.

A cidade é responsável por metade do PIB paraguaio e é a terceira maior zona de comércio franca do mundo (após Miami e Hong Kong). Além disso, a cidade é o quartel-general da Itaipu Binacional, junto com Foz do Iguaçu.

Itaipu Binacional é a empresa que gera a maior 'usina' hidroeléctrica em funcionamento e em capacidade de geração de energia no mundo. Fica localizada na fronteira entre Brasil e Paraguai, 15 km ao norte da Ponte da Amizade.