sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Croácia e Bósnia

CROÁCIA

Uma semana antes pensei no assunto. Três dias antes comprei o bilhete. Zagreb, aqui vou eu!



Esperava-me a Maja que, à última da hora, me concedeu alojamento.


Kaptol, Praça da Catedral de Zagreb


Teatro Nacional Croata, Cemitério Mirogoj
Praça Ban Josip Jelačić
A parte histórica da cidade, com a Cidade Alta e Kaptol, é a principal atracção, com edifícios históricos, igrejas, instituições, restaurantes e cafés. As ruas e praças ali podem ser alcançadas a pé, a partir da praça Ban Josip Jelačić, ou por meio de um funicular saindo da rua Tomićeva.
Bloody Bridge Str, S. Jorge e o Dragão

Gradec, Porta de Pedra, Torre Lotrscak (tiro de canhão ao meio-dia)

Igreja de São Marcos, Museu de Zagreb

Rua Tkalciceva

Mercado Dolac de Zagreb
No verão, no final da semana, os zagrebinos ausentam-se em massa para a costa adriática.
Somobar,aldeia medieval

Somobar
Estações de comboio: Zagreb e Rijeka
Em Zagreb apanhei o comboio para Ljubjana, Eslovénia. De Koper regressei à Croácia, dirigindo-me à costa. Fiquei em Rijeka e daí visitei Opatija, uma pequena estância balnear.

Opatija

Rijeka
Rijeka, Castelo de Trsat

No dia seguinte, encontrei-me com Damir que já havia comprado o meu bilhete no ferry Jadrolinija Marko Polo, para fazer toda a costa adriática até Dubrovnik.
Partindo de Rijeka no Marko Polo
Noite e refeições a bordo
Escala em Hvar
Escala em Korčula
Korčula é uma ilha da costa dálmata na Croácia. Localizada no mar Adriático, tem 279 km² de extensão e é chamada de jóia da Dalmácia. Também é considerada terra natal do explorador veneziano Marco Polo.
O litoral croata é bastante recortado, com penínsulas, baías e mais de 1 000 ilhas que formam uma paisagem semelhante à da costa grega.
Dubrovnik
Muralhas de Dubrovnik
Dubrovnik, porto velho do séc XV

Forte de São Lourenço
Dubrovnik by night (festival de música)
Viagem de autocarro para Split
Split


Porta de Prata, Peristilo e Catedral

Peristilo e guardas do Palácio de Diocleciano
Praça Narodni


Mercado do peixe, Praça da República

Rua de Split, estátua de Grgur Ninski, um dos pais da língua croata

Split


Tempo ainda para um mergulho nas águas mornas e calmas do Adriático. Depois fui com a Sretna, a minha anfitriã em Split, buscar a sobrinha ao infantário. Mais tarde, levou-me à estação e regressei a Zagreb no comboio nocturno. Daqui, a Lisboa.


BÓSNIA E HERZEGOVINA
Fronteira Croácia-Bósnia

O território continental da Croácia é dividido em duas partes pelo Porto de Neum, na Bósnia e Herzegovina. Ou seja, quando fazemos a viagem por terra, entramos na Bósnia para continuar a viagem para a Croácia…
Neum
Fronteira Bósnia-Croácia

Sem comentários:

Enviar um comentário