domingo, 18 de outubro de 2009

Noruega

Apanhara o comboio na capital da Suécia e fizera a viagem durante a noite. Chegada a Narvik pela manhã. O Nikolay, que conheci no comboio, orientou-me na vila antes de rumar a Tromsø, de onde é natural. Regressava de uma especialização, na área das engenharias, nos Estados Unidos. De cabelo escuro e traços latinos, ele próprio achava que teria nos seus antepassados algum pescador português de bacalhau norueguês…

 
Narvik

Em Narvik fiquei mais um dia. Estava à espera da Lena, a jovem suíça que conheci em Turku e que subira pelo interior da Finlândia.


A nossa viagem de express boat tipo traineira de Narvik para Svolvær, nas ilhas Lofoten, foi verdadeiramente inesquecível! Tempo incerto, encoberto, mar agitado, barco aos solavancos, cavalgando as ondas, e nós lá dentro aos saltos. Pelas janelas só se via água que também já entrava pelo tecto. Pessoas mal dispostas corriam para o pequeno convés. Voltavam encharcadas, mas ao menos voltavam…

 
Lofoten, Express boat

O homem do leme volta e meia abria a porta da cabine para espreitar a sala com um enorme sorriso: “It’s allright! We are just arriving.” Um esforço para descomprimir o ambiente. Os nossos risos eram de puro nervosismo. Foram 3 horas intermináveis.

 
Svolvær, Hurtigruten

A Lena e o Grant, que conhecemos na hostel, ficaram em Svolvær . Tinham muito tempo pela frente, só eu viajava por um mês. Por isso, segui viagem até Stamsund mas, desta vez, no Hurtigruten, um ferry enorme que faz a costa norueguesa e não se deixa intimidar por aquelas ondas…

 
Stamsund, Pousada da Juventude

As Ilhas Lofoten localizam-se no círculo ártico da Noruega setentrional e são conhecidas pela sua excepcional beleza natural e por serem um grande centro de pesca do bacalhau. O arquipélago experimenta uma das maiores variações de temperatura do mundo a despeito da sua elevada latitude. Pequenas vilas piscatórias aninham-se nos fiordes, nos sopés de altos picos que se elevam do mar, numa costa bastante recortada.
 
A caminho de Å, igreja, casa típica com telhado de relva

Manhã cedo apanhei o autocarro de Stamsund para Å. O lindíssimo fim das ilhas Lofoten.


Dirigi-me com a Linda, uma canadiana do Québec que também vinha no autocarro, para a recepção da Pousada da Juventude, uma 'rorbu' (casa de pescadores) recuperada. No quarto conhecemos a Sabrina, italiana.

Å, Lofoten

Cá está ele a secar



Å

Moskenes

Saudosa despedida das encantadoras ilhas Lofoten

De Moskenes parti de ferry, com a Linda e dois espanhóis, para Bodø. De lá seguimos de comboio para Trondheim. Os espanhóis continuaram viagem, eu a a Linda ficámos.

Bodø

 
Trondheim: coluna do rei Olav I, igreja Nidaros Domkirke

 
Trondheim, a fortaleza Kristiansten lá no alto

Trondheim, bairro das antigas docas

De Trondheim continuámos para Oslo, onde depois nos separámos.

Oslo, Parlamento Stortinget

A Noruega é uma monarquia constitucional, com uma democracia parlamentar. O primeiro-ministro é o chefe do governo e nomeia um gabinete executivo de entre os membros do parlamento norueguês, que se chama Stortinget ("assembleia grande").

O render da guarda, Centro Nobel da Paz

O Nobel da Paz é atribuído em Oslo a 10 de Dezembro, data da morte do seu fundador, o industrial e filantropo sueco Alfred Nobel.

Museu Viking, Holmenkollen Ski Jump

Do cimo do trampolim de saltos de ski, onde subi, tem-se uma vista fabulosa de Oslo.

Parque Vigelands, troll

A Mitologia Nórdica também é parte importante da cultura do país, tendo influenciado diversos escritores de várias partes do mundo, como Tolkien, Neil Gaiman, Douglas Adams e Diana Wynne Jones. Os trolls fazem parte das canções, contos, ditados e crendices populares.

Flåm, Bergen

A Linda seguiu para a Dinamarca e eu ainda fui a Bergen ter com a Sabrina. Três anos mais tarde reencontrar-nos-íamos em Trieste, Itália.


3 comentários:

  1. Noruega está para breve. E as tuas fotografias só comprovam que escolhemos bem o destino. Thanks for sharing!

    ResponderEliminar
  2. Na Noruega tive pena de não ir numa altura que desse para ver algum destes fenómenos: o sol da meia-noite ou a aurora boreal. Depois também estou lá ver as vossas fotos. :)

    ResponderEliminar
  3. Olá "aventureira"...falo desde os Açores (Faial). Pelo ke vejo nas fotos, fizeste uma viagem ao outro "lado" do mundo...cumprimentos
    Survivor

    ResponderEliminar